segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Você sabe do que seu cabelo é formado?


Cabelos vão além da queratina. Aprendendo tudo o que contém seu cabelo, poderá tratá-lo de modo eficaz!
Vamos lá então? Parece complicado mas no geral, a gente consegue captar.


A estrutura principal do fio é formada por 45,2% de carbono, 27,9% de oxigênio, 6,6% de hidrogênio, 15,1% de nitrogênio - que juntos formam os aminoácidos responsáveis pela produção da queratina - e 5,2% de enxofre, porém existem mais elementos na fibra capilar.
Esses elementos unem-se dando lugar a moléculas de aminoácidos que, por sua vez, agrupados em forma especial e em numero determinados, formam a proteína.
" Portanto o que difere um proteína da outra e a quantidade de aminoácidos e como eles se ligam" 
Assim pode-se dizer que o cabelo compõe-se, fundamentalmente de moléculas de proteínas, dentre as quais mais importantes são denominadas queratina.
As fibras do cabelo humano são conectadas entre si através do aminoácido Cistina( rico em enxofre), que faz com que o fio não se dissolva na água.

O fio de cabelo é dividido em três partes distintas:

Parte interna: localizada na derme, segunda camada de pele, é onde ocorre a nutrição, e o crescimento do fio.
Parte externa(não visível) : é onde ocorre a formação, e no extrato basal ou germinativo que encontramos a célula mãe do cabelo chamada de tricócitos (algumas literaturas chamam também de queratinócitos) e as mesmas de multiplicam no bulbo capilar em um processo de mitose formando o fio, que emerge de uma invaginação de derme, que chamamos de folículo pilo sebáceo.
Parte externa (visível) do Fio: chamada de haste capilar
Existem em médio cinco milhões de folículos pilo sebáceos distribuído ao redor do corpo.
O folículo pilo sebáceo e formando basicamente por:
Papila dérmica, bulbo, glândula sebácea, músculo eretor do pêlo e vasos capilares.
E o cabelo e composto por: cutícula, córtex (80% da massa capilar) e medula (parte central, encontrada em qualquer tipo de cabelo, do mais grosso ao mais fino).

Para evitarmos danos em toda essa estrutura que mantem o cabelo saudável, com brilho e balanço, recomendo que se façam um tratamento de reposição, todas as vezes que seu cabelo passar por um processo químico e depois, a cada 15 dias e em cabelos normais 1 vez por mês.
Devemos levar em conta que antes de fazer um tratamento de reposição, seja feito um diagnóstico preciso afim de descobrir que tipo de proteína e necessária assim evitando acúmulos e o efeito rebote. 

Fica a dica,
Beijos!