quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Óleo Vegetal ou Óleo Mineral, qual o melhor pro cabelo?



Já contei aqui no blog sobre xampu com óleo, hidratação pré-xampu com óleo e todas sabemos que óleos são excelentes umectantes e finalizadores para tratar os cabelos. Existem até os novos de obliphica e ungurahua, também já comentados aqui no "viu o cabelo dela" que, se você ainda não leu, vale a pena ler.

Mas existe um fato muito importante que passa despercebido: óleos podem ser minerais ou vegetais, sendo que cada tipo age de maneira distinta e nos proporciona resultados diferentes a curto e, principalmente, a longo prazo.

Vamos conhecer o princípio causador de toda essa diferença:

O óleo vegetal: 
é extraído das sementes de plantas, sendo biodegradável e tendo poder nutritivo e fortalecedor para o cabelo, devido a sua composição familiar aos nossos tecidos.

O óleo mineral:
é derivado do petróleo, sua fabricação é puramente industrial e sua ação não passa da superfície dos fios. E o que isso significa? Significa que o óleo vegetal é nada mais nada menos que um produto natural quanto que o mineral, mai um produto industrializado em nossa vida. 


Óleo vegetal  x  Óleo mineral

O óleo vegetal nutre, trata e protege, além de atuar na recuperação da textura e da elasticidade dos fios. Além disso, é rico em vitaminas, lipídios e outros nutrientes naturais, que variam de óleo para óleo.

O óleo mineral amacia os fios, controla o frizz e deixa o cabelo disciplinado o dia todo, além de ser super baratinho. Acontece que esse é um efeito maquiagem: toda a maciez e disciplina adquiridos são só naquele momento e não trata  os fios de dentro pra fora, que é o ideal, além de entupir os poros, impedindo que os nutrientes que aplicamos penetrem nos fios. Fora os estudos não comprovados de que o óleo mineral causa câncer.

Depois de  muitas químicas  aprendi  que a saúde dos fios é o mais essencial pra qualquer resultado bonito que se queira obter. Então, querendo abrir mão do óleo mineral, definitivamente já pode. .