sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

"Cores Fantasia" - cabelo rosa de boneca, que tal?

CABELOS COLORIDOS: ROSA, AZUL, ROXO...
DESCUBRA COMO TER E MANTER AS "CORES FANTASIA"
Depois de abandonar as perucas coloridas, Katy Perry já desfilou com vários tons de cabelos coloridos por aí. O mais discreto foi o roxo, só nas mechas do topo da cabeça. Este tom não requer uma descoloração tão agressiva nos fios. 
A cantora mostrou que os fios azuis combinam até com visuais glamourosos para o tapete vermelho. Para tons frios como a azul, exige-se uma base capilar mais clara, quase branca.
Depois de tingir de rosa, Katy Perry deixou os fios desbotarem até um tom de rosa "algodão doce".
Cores pastel são as mais difíceis de manter, já que desbotam com mais facilidade por terem menos pigmento em sua composição. Christina Aguilera foi cautelosa e pintou só as pontas dos cabelos platinados de lilás.Um cabelo tingido de verde ficaria após alguns dias na praia ou piscina, bem desbotado. Quando desbotados, os tons coloridos costumam perder um pouco de brilho também.
O tom de rosa neon exige uma base bem clara e não amarelada, para que o resultado não fique mais próximo do laranja. A tinta azul é uma das mais fáceis de retirar dos fios, mas também desbota com facilidade. A cor violeta é ótima para as donas de pele negra.
Na última temporada internacional, a modelo Chloe Norgaard se destacou nas passarelas de Nova York, Londres e Milão com os cabelos coloridos.
A modelo também desfilou, na mesma época, com fios mais alaranjados, com têmporas tingidas de verde e pontas azuis.
Ter cabelos coloridos com tons não convencionais como azul, rosa, roxo, verde ou laranja pode fazer parte dos sonhos de muitas mulheres, mas às vezes as restrições "estratégicas" podem adiar a vontade de desfilar com madeixas vibrantes por aí. A dificuldade de encontrar tintas do tão sonhado tom, a impossibilidade de manter a cor nos fios por muito tempo e ainda os cuidados posteriores à coloração são alguns dos obstáculos.

Base clara é imprescindível
A maioria dos tons de tinta "fantasia" exige uma base clara para que a coloração fique do tom desejado. Apenas em tons super escuros, como azul petróleo, verde musgo ou roxo puxado para o vinho, ou quando se deseja apenas alguns reflexos sob o sol o cabelo poderá ser colorido sem uma prévia despigmentação ou descoloração.

Vale lembrar que a descoloração é mais indicada para cabelos virgens , enquanto a decapagem funciona apenas em cabelos previamente tingidos . Se o cabelo já foi tingido ou é muito escuro, é possível que a descoloração e decapagem deixem os fios amarelados ou alaranjados. Para tons frios como azul, verde ou violeta, será preciso que as madeixas estejam platinadas e com fundo mais puxado para o cinza que para o amarelo.

Descoloração gradual e mistura de químicas

É preciso ter paciência para aderir aos tons "fantasia". Se o tom natural é preto antes de resolver mudar para o vermelho vibrante, vá ao salão e primeiro fiça luzes para ir 'abrindo' o tom. Depois, comece a fazer raízes vermelho acobreado, com tintura de farmácia mesmo, em casa. Depois de uns quatro meses, quando a raiz já estiver bem crescida e os fios descoloridos em um tom amarelo alaranjado, pinte de vermelho 'fantasia'. Como o tom é quente, não fico muito manchado por não precisar de uma base muito clara para ficar bom.

Se o processo é complicado para fios lisos, imagine o trabalho para relaxar as madeixas crespas, descolorir de três em três meses e ainda tingi-las de rosa? As diferenças no tratamento começam desde a escolha da tinta ideal. Quem faz relaxamento, não pode descolorir tão claro quanto gostaria, então a tinta mais fria, fica com um resultado final mais rosa.

Você vai pre isar ir ao salão de três em três meses para descolorir todo o cabelo; das raízes crescidas de cabelo virgem, até o comprimento dos fios já tingidos de rosa. O resultado são raízes com um tom de loiro amarelado e pontas rosa claro. Depois de aplicada, a tinta iguala as duas "partes" do cabelo e o resultado são mechas uniformemente rosadas.

A duração da tinta "colorida"

A maioria das fórmulas de tinta "fantasia" encontradas no mercado age de forma superficial nos fios, como uma espécie de tonalizante . Estas tintas não têm amônia e água oxigenada que, nas tintas convencionais, servem para abrir as escamas do cabelo e "revelar" a cor. É justamente por conta dessa ação mais superficial, que a fixação das tintas coloridas não costuma ser das melhores. Uma das queixas mais comuns das mulheres que tingem os cabelos de cor "fantasia" é que as cores vibrantes desbotam muito rapidamente.

O caso é parecido com o das tintas vermelhas "de farmácia" , que desbotam mais rapidamente, mas são mais difíceis de retirar dos fios. Os resíduos dos pigmentos de cores quentes como vermelho, laranja e rosa aderem aos fios e é preciso mais processos de decapagem para chegar ao tom loiro exigido por tintas mais claras.

"Quase morri de medo de ficar careca"

As donas dos cabelos coloridos alertam que a frequência dos cuidados como hidratação, reposição de nutrientes e queratina devem ser ainda mais frequentes que o cuidado normal semanal. A "culpa" é das constantes descolorações e decapagens, que retiram dos fios alguns nutrientes importantes. Hidrate, hidrate hidrate!

Além da hidratação e outros cuidados como a reposição de queratina, ter cabelo colorido requer atenção durante todo o dia. É comum que estas tintas "fantasia" transfiram algum pigmento para superfícies de contato frequente como fronhas, celulares, óculos e até os dentes. Cuidado!